Hoje vivenciamos uma era, em que tudo é para ontem, com uma corrida imaginária para uma linha de chegada que por muitas vezes não sabemos qual é.  Estamos envoltos de uma tecnologia que vem para facilitar o dia a dia, pessoal e profissional a grande questão é o quanto nos tornamos escravos desta, e assim por vezes acabamos perdendo o limite do espaço profissional e o pessoal.

Quem hoje consegue estar presente sem recursos como por exemplo whatsapp, uma grande ferramenta para agilizar nossa comunicação, saímos do nosso trabalho cada vez mais fora do horário de serviço e vamos dormir ainda envoltos nas questões de trabalho e resolvendo questões desse âmbito.

Estava na academia, após muito tempo de tempo desregulado, mas isso é assunto para outro texto, o que me chamou muito a atenção foi acompanhar um jovem de aproximadamente 32 anos de idade, chegou para seu treino direto do trabalho, até aí muito positivo, porém ao iniciar colocou 02 celulares no suporte do aparelho e dividiu o tempo em tentando malhar  e atendendo e enviando mensagens relacionadas a trabalho via áudio que eu e quem estava perto não teve como não ouvir, a expressão dele me chamou a atenção.

Uma exaustão o tomava, e me peguei a questionar o quanto não colocamos limites priorizamos o não tenho tempo para mim, focando em realizar funções e tarefas e colocando o eu como uma prioridade secundária.

Organizar, o tempo hoje é de extrema importância dado o acumulo de atividades que temos para realizar, nesse momento o que é notório ou colocamos as mesmas em uma ordem de prioridade, delegamos quando for possível e nesse rol o lazer e momentos para si tem que estar presente para assim buscar um equilíbrio para não adoecermos.

Indo na contramão dessa corrida frenética, sugiro a inserção de medidas de prevenção e cuidado consigo mesmo, busquem atividades prazerosas, um autoconhecimento para dar valor as pequenas coisas, do dia á dia que fazem uma grande diferença.

Karen Ramos.
Psicóloga
CRP: 06\83740

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *